O abraço que mudou a história do Pro Wrestling




O que você diria se eu lhe dissesse que um simples abraço mudou a história do Pro Wrestling? Loucura não é mesmo? Mas foi exatamente isso que aconteceu em maio de 1996 no Madison Square Garden, em meio a uma época onde manter a kayfabe era obrigatório e até mesmo “sagrado”.


Essa história se tem início ainda no backstage, com o surgimento de um grupo de amigos que se auto-intitulavam como “The Kliq”. Grupo esse formado originalmente em 1994 por Scott Hall (então conhecido como Razor Ramon), Kevin Nash (Diesel), Michael Hickenbottom (Shawn Michaels) e Sean Waltman (1-2-3 Kid). Ainda houve a adesão de Paul Levesque em 1995, quando o mesmo deixou a WCW em busca de valorização na WWF sob o nome de Hunter Hearst Helmsley (Triple H). Cada homem desfrutava de uma enorme popularidade entre os fãs, o que lhes conferia um certo grau de controle sobre suas próprias carreiras, barrando tentativas de push da WWF a Shane Douglas e a Chris Candido, além de causarem problemas no backstage com brigas e praticando bullying com outros wrestlers com menor influência, principalmente novatos, um dos maiores exemplos de novato que sofreu bullying foi The Rock, que até hoje mantém distância de HBK.


Uma das principais características do grupo era se favorecerem, como já dito anteriormente, por isso que muitas vezes vemos entre o período de 1994 a 1996 os cinco wrestlers se enfrentando várias vezes no Main Card, assim como Shawn Michaels e Diesel formando a Two Dudes with Attitudes, uma dupla de sucesso que viria a conquistar simultaneamente os Tag Team, Intercontinental e World Titles.



Cá cabe algumas curiosidades. Bret Hart quase fez parte desse grupo, sendo ele um membro de grande importância para a WWF, Kevin Nash, Hall e HBK tentaram o convencer de entrar para o grupo, sendo recusados pelo canadense. Pela recusa de Bret Hart que eles escolheram a Hunter, sendo esse o rapaz “exemplar” que eles precisavam, alguém que não bebe e por isso seria o motorista do grupo após festas e noitadas. Ainda segundo Shawn Michaels, o nome "The Kliq" foi originalmente cunhado por Lex Luger, devido à proximidade dos cinco amigos nos bastidores.


“Okay, okay, você falou sobre a The Kliq, já sabemos que esse grupo mudou a WWF, mas e o quê mais? Como chegamos ao abraço que mudou tudo?”


Calma meu jovem padawan, para chegarmos lá, vamos primeiro falar que é justamente nessa época que estamos em meio a guerra das segunda-feiras, a Monday Night Wars entre WWF e WCW. Muitos grandes talentos estavam saindo da empresa de Vince para a de Ted Turner, incluindo Scott Hall e Kevin Nash, seduzidos por maiores salários, controle criativo e menos datas de trabalho. Mesmo com as diversas tentativas de Vince de fazer Diesel re-assinar com a empresa, lhe oferecendo até mesmo vencer Undertaker na WrestleMania 12, o gigante decidiu seguir para a rival.





Não parecia haver um clima de inimizade entre os integrantes da The Kliq com a saída de dois integrantes, na verdade, se diziam como “The Kliq Norte” e “The Kliq Sul”, afinal, eles teriam empresas que iriam girar em torno deles, Michaels teria a WWF inteiramente para si.


Para finalizar a longa rivalidade entre HBK e Diesel (Que chegou a WWF como o segurança de Shawn), o até então WWF World Champion Shawn Michaels iria defender o seu título contra Diesel numa Steel Cage Match numa House Show no Madison Square Garden.




No mesmo show, tivemos Razor Ramon (Babyface) versus o crescente Hunter Hearst Helmsley (Heel). Já na luta principal, tivemos a tão esperada Steel Cage match onde HBK reteu o seu título frente a Diesel. Após o combate, aconteceria algo que chocaria a todos, quando Razor Ramon entrou no ringue e abraçou a Shawn Michaels, já que os dois eram babyfaces, a crowd adorou, mas logo chegariam os heels Diesel e HHH, se unindo ao abraço em grupo que ficaria conhecido como “Curtain Call” ou “The MSG Incident”. Quando os quatro se viraram para a multidão, com os braços levantados juntos. Houve uma reação mista: os fãs variaram de extasiados a confusos. Afinal, naquele momento, a kayfabe foi quebrada!





(Sean Waltman não chegou a participar desse show e do momento histórico porquê estava na reabilitação por conta das drogas, mas ele também era um dos que foram para a WCW.)


Shawn Michaels, que era o campeão da WWF e o maior nome da empresa, responsável por grande parte da venda de ingressos na época, estava isento de punição por sua participação no incidente. Hall e Nash foram para a WCW, onde foram levados ao topo da empresa criando a Outsiders e a New World Order, ou simplesmente, NWO, juntamente a Hulk Hogan.





Como resultado com a chegada da NWO, a quebra da kayfabe e consequentemente a mágica das histórias, a WWF sofreu uma grande queda na audiência. Alguém deveria ser punido e o escolhido foi o alvo mais fácil e fraco, ou seja, Paul. Helmsley tornou-se o alvo da ira de McMahon. Ele estava programado para vencer o Torneio King Of The Ring de 1996. Em vez disso, ele teve que lutar no meio do card contra alguns personagens esquecíveis, em algumas lutas horríveis. De acordo com The Undertaker no “HHH: The Game DVD”, quando Levesque chegou pela primeira vez na WWF ele era visto como arrogante e egocêntrico, mas ao aceitar sua punição ele ganhou respeito legítimo. Ele não ganhou um único título até cinco meses depois, quando ganhou o Intercontinental Championship da WWF e recomeçou a sua escalada para o topo.


O incidente no MSG deu abertura para que uma outra estrela vencesse o King Of The Ring em 1996, essa pessoa foi simplesmente o nome da Attitude Era, Stone Cold Steve Austin, que ao vencer o torneio fez a sua icônica promo “Austin 3:16” e deu início a sua rápida caminhada ao topo, se tornando a principal estrela da empresa nos anos seguintes.



Promo legendada: https://youtu.be/VtYvHQJhqXw

A empresa teve de admitir que havia feito um seguimento roteirizado no MSG e esse foi um dos motivos que levaram Vince McMahon a chutar o balde e trazer a Attitude Era.


Em vez de ver a quebra do kayfabe como um momento de crise para o wrestling profissional, a WCW decidiu explorá-lo introduzindo seu próprio meta-enredo que incorporava a crescente conscientização dos fãs sobre a política de bastidores do pro-wrestling: Após a chegada de Nash e Hall , eles estavam implícitos em ainda estar trabalhando para a WWF, encenando uma "invasão" da WCW. Formando a grande stable, a NWO.




Enquanto isso, Michaels e Levesque começaram a persuadir a administração do WWF a deixá-los juntos na tela, mas a administração estava hesitante e queria mantê-los separados na tela. Eles eventualmente se alinharam na stable D-Generation X (DX), com Hunter sendo renomeado para Triple H ou HHH. A stable contava com Chyna e Rick Rude (mas ele foi para a WCW em 1997). A DX acabou se tornando tão influente para as Monday Night Wars quanto a NWO. As travessuras de DX também ajudaram a desencadear a The Attitude Era na WWF.



Apenas um abraço mudou toda a história do pro wrestling, possibilitando a criação da NWO, DX, Attitude Era, os melhores seguimentos dos Anos 90' e a mega estrela que foi Stone Cold Steve Austin.




E você, jovem padawan, sabia de tudo isso? Gostou do conteúdo? Comenta, curte e compartilha! Até a semana que vem!


78 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo